Análise

A Esperança da Vitória

José Fogaça (PMDB) consciente sobre a dificuldade do 2º turno afirma: “Não conseguimos articular os votos necessários para vencermos. Esse é um dado fundamental, que deve ser levado em conta. Precisamos procurar outras forças políticas da cidade para incorporá-las ao nosso projeto.”

Maria do Rosário ( PT) declara sua vontade de vencer: “Desafios maiores sempre foram a minha vida, então eu não me assusto. Quero convencer as pessoas que esta vontade de ganhar não é por vaidade ou por querer estar à frente de todos, mas por querer trabalhar mesmo.”

Manuela D’Avila (PC do B) fala sobre a derrota nas urnas: “Eu perdi no voto e perco feliz com o que produzimos nesse período, todas as relações que se constróem com a sociedade e os partidos. Saio com a convicção de que os partidos me respeitam como me respeitavam antes.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: